Aeróbio em Jejum (AEJ) – Conheça a Técnica Que Promete Enxugar as Gordurinhas

correndo-na-esteira  O aeróbio em jejum, ou simplesmente AEJ, é uma técnica que tem dividido muitas opiniões desde que se popularizou – uns são a favor, outros já nem tanto. A prática consiste em praticar os exercícios aeróbicos como caminhar, correr e pedalar, por exemplo, estando em jejum.

  Conheça aqui um pouco mais sobre essa técnica que promete enxugar as gordurinhas muito mais depressa do que o aeróbio convencional e veja se realmente é eficaz e se vale à pena praticar.

  A crença de que o AEJ seja realmente eficaz acontece a partir do segundo princípio: o corpo usa o alimento que comemos como fonte de energia para se movimentar, se o a pessoa estiver em jejum, o corpo irá buscar nos seus estoques de gordura a energia para o exercício. Dessa forma, o aeróbio em jejum pode promover uma queima maior das gorduras estocadas no corpo.

  Já, quem é contra o AEJ e acredita que a prática não seja eficiente a partir de um princípio diferente: se o corpo precisa de energiaemagreça se exercitando para se movimentar, mas não tem muito alimento entrando, é provável que ele comece a racionar a energia e comece a estocar ainda mais a gordura no corpo.

  A verdade sobre o aeróbio em jejum é que cada corpo reage de uma maneira diferente às dietas e aos exercícios, cada pessoa tem um ritmo diferente e, o que funciona para uma pessoa, pode não funcionar para outra. Há muitos relatos de que o AEJ seja realmente eficaz, outros já não acreditam na prática. Mas o que deve ser levado em conta é que, o AEJ como qualquer outro exercício ou dieta para funcionar precisa ser levado a sério.

 

Por isso, confira alguns fatos importantes que precisam ser levados em conta antes de apostar na prática

 

– Tenha um bom condicionamento físico antes de praticar o AEJ

  Lembre-se que você estará praticando um exercício físico sem ter se alimentado antes, por isso é preciso cuidado para não ir além do seu limite. Antes de ignorar o café da manhã e sair para correr alguns quilômetros, certifique-se de que você já tem uma boa resistência e tem um bom condicionamento físico. Quando você já estiver acostumado com o aeróbio, o ideal ainda é começar a diminuir as calorias antes do treino ao invés de simplesmente aderir ao jejum de um dia para o outro.

– Não torne o AEJ um hábito

  O corpo humano se adapta muito rapidamente às adversidades, se você transformar o aeróbio em jejum em um hábito, seu corpo começará a estocar energia para essa atividade. O ideal é praticar apenas por alguns dias e depois retomar a rotina normal de treinos.

desafio-vip-60-superior

– Tenha cuidado com a hipoglicemia se for praticar o AEJ ao levantar

  Se você prefere aproveitar as primeiras horas do dia para se exercitar, tenha mais cuidado com esse jejum. Logo ao acordar, e ainda durante algum tempo, o nível de açúcar no sangue está mais baixo do que o habitual e a prática de exercícios muito intensos nessas condições podem causar hipoglicemia, podendo resultar em tonturas e até em desmaios. Por isso o ideal do AEJ pela manhã é que os exercícios sejam leves e de curta duração – apenas uma caminhada de trinta minutos ou uma pedalada calma.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*